27 de abr de 2011

Poesia que ganhei de presente.

Eu não quero falar de nossos erros
Não quero falar de nossos medos
Queria poder não falar de como nos ferimos

Eu pensei que saberia lidar com suas incertezas
Achei que era forte o bastante
E escolhi não escolher

Olho ao meu redor a procura de um vencedor
E tudo que vejo é a imagem deprimente do homem que me tornei
Os segundos passam martelando meu estômago 
Enquanto meus pensamentos insistem em te encontrar
Eu sei que sou fraco, mas e você?
Por que não me liga? 
Ao menos me escreva dizendo o quanto me odeia

Eu te dei uma escolha mas tenho medo do que possa escolher
Sei que não fui o mais companheiro,
O mais carinhoso e nem o mais romântico...

Nenhum comentário: