24 de nov de 2010

QUERIDOS AMIGOS




Meninos, eu descobri que o tempo não volta atrás.
Todas as nossas lembranças estão apenas na memória.
Cada momento e cada detalhe, nos filmes,
Nos brigadeiros "embebedantes" e nas guerras de pipoca,
Legião Urbana, músicas que nos marcaram.
No chão da sala, da varanda a bagunça que fazíamos...
Éramos mesmo uns “vandálhos” e éramos livres,
Livres apenas no nosso mundinho e tudo era possível.
Era possível fazer besteira e ser feliz e brincar até tarde,
RPG no quarto do meu primo, pular corda, jogar bola
Nossas brincadeiras de infância
E as que já não eram de criança... Tenho saudade, nostalgia.
Eu cresci muito rápido e perdi vocês sem perceber,
Coisas que me arrependo e quero esquecer...
Lembrando que o tempo não volta.
Eu não posso esperar mais onze anos pra ter a amizade
De vocês novamente, é muito tempo, tempo que não temos.
Agora crescemos e temos liberdade no mundo inteiro
E ao invés de brincar, sentamos num bar pra lembrar
E comentamos o filme que foi nossa infância,
Não vou esquecer que Michelle e Tayane
Também fizeram parte desse filme.
Pena que os personagens tomaram rumos diferentes,
Mas nos temos novamente, não temos mais onze anos...
Nem somos mais criança, mas somos amigos.
Desejo ter muitas novas histórias para contar daqui
A onze anos... Quem sabe uma praia, um relógio,
Sinuca, diversão e muitos e sorrisos.
Adoro vocês.

Para Paulo e Vitor queridos amigos.

Nenhum comentário: